*Publicado originalmente no portal Pensamento Verde

Ciclovias suspensas, verdes e no meio de grandes prédios já não surpreendem mais. Comuns em nosso cotidiano, esses modelos conquistaram adeptos em diversas cidades de todo o mundo. No entanto, apesar das facilidades terem aumentado, um problema ainda predomina: a chuva.

Não importa se você é o ciclista mais convicto e disposto da Terra. Em dias de chuva intensa sempre dá vontade de desistir de subir na bike e ir de transporte público e até mesmo de carro até o seu destino final. Até porque não tem roupa especial e capacete que ajudem quando o temporal aparece.

No entanto, um projeto em Berlim, na Alemanha, promete mudar essa realidade a fim de incentivar e conquistar ainda mais novos ciclistas. A ideia é desenvolver uma nova ciclovia inteligente e coberta com extensão de nove quilômetros.

Um espaço exclusivo para quem adere ao transporte alternativo

A proposta conhecida como Radbahn pretende utilizar uma ciclovia já existente, mas criar melhorias e separá-la completamente do trânsito de carros, oferecendo mais condições de segurança. Dessa forma, partindo do princípio de que o mais difícil – implantação das faixas – está pronto, o projeto já começa 80% finalizado.

 

Entre as melhorias propostas, além da cobertura e da separação, existem algumas com foco em sustentabilidade. O pavimento, por exemplo, deverá ter a capacidade de transformar o atrito causado pelos pneus em energia. Assim, todos os recursos obtidos serão utilizados para iluminar o trajeto, que estará equipado com semáforos e placares informativos, e alimentar as instalações ao longo da ciclovia.

Além disso, a ciclovia também contará com espaços para descanso como cafés, estações de serviços com assistência técnica e aluguel de bicicletas e até mesmo hortas urbanas disponíveis a quem passar por ali.

A ciclovia deverá passar por baixo do viaduto U1, no entanto, apesar de já estar quase pronto, ainda não há previsão para que o projeto seja executado. Isso porque existem diversas regras, requisitos e contratos que devem ser respeitados e assinados antes de qualquer mudança.