Na última segunda-feira (1), a equipe da secretaria executiva do Consórcio PCJ se encontrou com representantes do IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas, e da Aliança pela Água, na cidade de Nazaré Paulista (SP), com o objetivo de estabelecer ações em conjunto frente aos principais desafios na gestão de recursos hídricos do Estado de São Paulo para o ano de 2016.

Na reunião ficou definido que as três entidades irão estudar suas respectivas agendas do ano para firmarem um calendário em comum de atividades em diversas áreas. Um dos temas que será dada atenção destacada é o que trata sobre o Sistema Cantareira e a Renovação da Outorga que foi adiada para maio de 2017.

O secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, foi quem tomou a iniciativa de agendamento desse encontro por julgar relevante a união de forças entre as entidades para que avanços em temas primordiais para a gestão da água de fato ocorram. “Os eventos extremos trouxeram novos desafios para o sistema de gerenciamento de recursos hídricos no Estado de São Paulo, se quisermos continuar sonhando com a sustentabilidade hídrica, garantindo o desenvolvimento econômico e água de qualidade para a nossa população, teremos de unir sociedade civil organizada, poder público, setor empresarial e comunidade”, destaca Lahóz.

Também participaram do encontro a gerente técnica do Consórcio PCJ, Andréa Borges, o gerente de sensibilização e comunicação, Murilo Sant’Anna, e o engenheiro Flávio Forti Stenico.
Fundado em 1992, o Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, tem por objetivo desenvolver e disseminar modelos inovadores de conservação da biodiversidade que promovam benefícios socioeconômicos por meio de ciência, educação e negócios sustentáveis.

A Aliança pela Água foi fundada em 2014, em meio à crise hídrica, por organizações, movimentos, coletivos e ativistas com o principal intuito de colaborar para a construção de segurança hídrica na cidade de São Paulo.