Plataforma mundial quer plantar e restaurar 2,5 bilhões de árvores
Suzano é a única empresa brasileira na iniciativa lançada pela 1t.org e integra agenda do Fórum Econômico Mundial
Compartilhe nas redes sociais

A Suzano, empresa que é referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, é uma das 20 empresas parceiras do movimento 1t.org no lançamento de um compromisso público para conservar, restaurar e cultivar mais de 2,5 bilhões de árvores em mais de 50 países até 2030.

A iniciativa é liderada pela plataforma 1t.org, que visa promover o plantio de 1 trilhão de árvores em todo o mundo até o final desta década e que faz parte dos esforços do Fórum Econômico Mundial para acelerar soluções baseadas na natureza. Ela foi criada para apoiar a Década das Nações Unidas para a Restauração do Ecossistema.

O compromisso visa apoiar a evolução das soluções baseadas na natureza e mobilizar a comunidade de restauração global. Para isso, a plataforma compartilha as melhores práticas e promove medidas responsáveis no âmbito florestal e soluções de escala para ter impacto global.

ENGAJADA
 Referência em sustentabilidade e em inovação, a Suzano é a única companhia brasileira a integrar o grupo. “Nós temos como propósito organizacional ‘Renovar a vida a partir da árvore’, por isso, as metas propostas pela 1t.org e nosso engajamento nesta iniciativa estão totalmente alinhados com os objetivos de longo prazo da empresa”, diz Pablo Machado, Diretor Executivo para a China e, atualmente, responsável pela área de Sustentabilidade da Suzano.

Um dos objetivos de longo prazo da Suzano, também chamados de “Compromissos para renovar a vida”, é conectar meio milhão de hectares de áreas prioritárias para a preservação nos biomas Cerrado, Mata Atlântica e Amazônia. A meta de Biodiversidade da Suzano prevê que essa marca será alcançada até 2030. É com este compromisso que a empresa se une à 1t.org e passa a contribuir na identificação e engajamento de parceiros para este grande desafio.

A Suzano, diz Machado, assim como a 1t.org, entende “que as florestas são essenciais para a saúde do planeta”. Elas são responsáveis por sequestrar carbono da atmosfera, regular as temperaturas globais e os fluxos de água doce, recarregar as águas subterrâneas, ancorar o solo fértil e atuar como barreiras contra inundações.

Hoje, a Suzano possui 975 mil hectares de áreas destinadas à conservação sob sua responsabilidade, além de aproximadamente 1,4 milhão de hectares de áreas plantadas com árvores de eucalipto.

Por conta dessa ampla base florestal, a Suzano já é uma companhia climate positive, ou seja, além de compensar as emissões de gases do efeito estufa de sua própria operação e de sua cadeia de valor, a companhia remove adicionalmente mais gases de efeito estufa do que se emite.

Adicionalmente, mantém compromissos voluntários nesse sentido, contribuindo para a sociedade e para o enfrentamento dos desafios das mudanças climáticas.

 Suzano, instalada há 97 anos, é a maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil.

Powered by Froala Editor

Powered by Froala Editor