Hortas urbanas ganham novo impulso na cidade
Primeiro encontro de horticultores discute cooperativismo, associativismo e projeta cursos com técnicas agrícolas
Compartilhe nas redes sociais

O 1º Encontro Anual dos Horticultores de Americana reuniu, em fevereiro, 57 agricultores, no auditório do Colégio Dom Bosco. O tema abordado foi “Introdução às Organizações Rurais: Cooperativismo e Associativismo”. O evento foi organizado pela Secretaria de Meio Ambiente - Unidade de Educação Ambiental e Planejamento - Setor de Hortas, em parceria com a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) - Casa da Agricultura.

O secretário de Meio Ambiente, Fábio Renato de Oliveira, abriu o evento, que marcou o início dos trabalhos em conjunto entre Secretaria de Meio Ambiente e CATI, após a inauguração da Casa da Agricultura.

“O Encontro foi muito importante para a Secretaria de Meio Ambiente, CATI e horticultores, para avançarmos nos trabalhos e ações no município. O objetivo é fomentar e incentivar a criação de cooperativas e associações de horticultores. As associações e cooperativas são importantes para a formalização dos trabalhos, bem como para o fortalecimento do setor de agricultura urbana que pode ampliar os mercados de atuação. Agradecemos a todos os participantes, ao Colégio Dom Bosco pelo apoio e a todos que colaboraram”, disse o secretário de Meio Ambiente de Americana, Fábio Renato de Oliveira.

IMPORTÂNCIA

A importância da agricultura urbana foi destacada pela diretora de Educação Ambiental, Kátia Birke. “A agricultura urbana promove a segurança alimentar das cidades, sendo que a produção local pode abastecer o mercado do município, uma vez que as mudanças climáticas afetam a disponibilidade de alimentos à população”, disse.

No encontro, foram abordados as Linhas de crédito para agricultura urbana-FEAP”, ministrada pelo assistente agropecuário e engenheiro agrônomo da CATI, Sérgio Rocha Lima Diehl; e a “Introdução às organizações rurais: Cooperativismo e Associativismo”, pela engenheira agrônoma de Piracicaba e assistente de direção, Tatiana Marsola Piovezani.

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, para fomentar os trabalhos, estão sendo programados vários cursos e capacitações nos próximos meses. Estão previstas atividades sobre os temas “Compostagem” e “Organização Rural”.


Powered by Froala Editor