Assembleia aprova novo avanço na regularização do Pós-Represa
Novo apoio técnico é aprovado por unanimidade pelas 200 pessoas que participaram
Compartilhe nas redes sociais

Mais de 200 moradores dos bairros Monte Verde, Milton Santos, Belo Monte e adjacências participaram, neste mês de maio, da primeira Assembleia Geral para a regularização fundiária e urbana daquela grande área do Pós-represa, onde vivem hoje mais de duas mil famílias.

A regularização é o primeiro passo para a incorporação definitiva do Pós-represa na malha urbana de Americana, assegurando a integração regional com municípios vizinhos, como Paulínia. A integração regional poderá dar um forte impulso socioeconômico para a cidade e para os municípios próximos e também garantir a preservação ambiental da região.

Em 2020 os bairros foram protocolados no Reurb (Regularização Fundiária Urbana), mas com a chegada da pandemia da Covid-19 e a desarticulação provocada por ela os moradores não tiveram condições de realizar a assembleia e dar largado ao processo de cadastramento.

O processo de organização para a regularização vem sendo liderado pela Iacia (Instituto Assistencial e Cultural Imperatriz Americanense), também conhecida como Instituto do Pós-represa, e pela cooperativa de trabalho Braço Forte, as duas com sedes adjuntas no bairro Monte Verde. Recentemente, a empresa UsuCampeão, especializada em regularização de áreas urbanas, com experiências em várias regiões brasileiras, passou a dar suporte para o projeto.

“A assembleia foi para apresentar a empresa para os moradores e permitir que eles votassem pela participação ou não dela na regularização de suas posses”, conta o presidente da Iacia, Jânio Carneiro de Oliveira. A votação foi unânime pela participação da UsuCampeão.

DEMOCRACIA

O diretor da Braço Forte e vice-presidente da Iacia, arquiteto e urbanista Victor Chinaglia, avalia que a realização da assembleia foi um passo importante não só para o processo de regularização, mas também para a organização da comunidade.

“Essa foi a primeira de uma série de assembleias que realizaremos para democratizar todo o processo de regularização. Vamos levar para a comunidade o máximo possível de informação sobre o andamento do processo e permitir que ela decida junto os rumos do Reurb”, relata Victor.

Victor lembra que a Rodovia Ivo Macris, que atravessa todo o Pós-represa, é um eixo fundamental de ligação entre Americana, o polo petroquímico de Paulínia e o polo tecnológico em torno da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e a PUCC (Pontifícia Universidade Católica de Campinas).

Powered by Froala Editor

Powered by Froala Editor