Cartão postal de Americana vai receber rara reforma
Projeto de revitalização do Mercado Municipal Luiza Padovani, o velho e bom Mercadão, já está pronto e será iniciado após as eleições
Compartilhe nas redes sociais

Um dos ícones urbanos e cartão postal de Americana, ponto de encontro e de compras dos mais diferentes grupos de pessoas, o Mercado Municipal, o conhecido Mercadão, passará por uma ampla revitalização e reformas.


Desde 2010, hoje nomeado Mercado Municipal Luiza Padovani, em homenagem à última remanescente de feirantes que ainda mantém banca no local, o Mercadão foi construído há mais de 60 anos. Já passou por reformas e ampliação, mas apesar das radicais mudanças no estilo e no modelo dos centros urbanos de compra, principalmente com o advento dos supermercados e shopping centers, o Mercadão nunca perdeu o seu público fiel. E continua mais vivo do que nunca.


O atual projeto de reforma prevê a reorganização visual do prédio principal e do anexo, com conexão entre os dois edifícios, pintura padronizada e pátio externo para a realização de eventos promovidos pelos comerciantes.


O prefeito Chico Sardelli, um antigo aficionado e frequentador assíduo do Mercadão, destacou a importância desta obra para a região central. “O Mercadão é um patrimônio de Americana, um lugar de extrema importância e ficamos muito felizes em poder proporcionar essa revitalização, que também traz uma valorização para nossa região central. Investir em melhorias no Mercado Municipal, é preservar a nossa história, a nossa gente”, afirmou.


Estão previstas também a reforma completa dos sanitários, além da pavimentação e nivelamento do estacionamento, com novo sistema de drenagem. O projeto, apresentado neste mês de julho, prevê a reforma do muro que faz divisa com a linha férrea, instalação de mobiliário urbano (bancos, lixeiras, jardineiras e espaço de convivência), instalação de piso de pedra portuguesa bege em toda a parte externa, alargamento da calçada da fachada principal, retirada de toldos e coberturas atuais, com a substituição por outros padronizados (pretos, retos e retráteis), e ainda nova iluminação externa em LED e pintura viária.


Todo o prédio será dotado de soluções que possibilitem a acessibilidade de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, como construção de rampas de acesso, eliminação de degraus, larguras adequadas de circulação e vagas preferenciais no estacionamento.



MEMÓRIA

Será realizado, também, um trabalho de prospecção para identificar qual era a cor original do prédio quando ele foi inaugurado em julho de 1959. Com essas informações, o trabalho de pintura priorizará a cor original da construção.


“A reforma do mercado era algo muito sonhado pela população que frequenta esse importante estabelecimento da história de Americana. Queremos revitalizar essa área e trazer mais opções e conforto para a população e para comerciantes que lá trabalham e sustentam suas famílias”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Rafael de Barros.


O projeto de reforma estrutural do Mercadão já foi concluído pela Secretaria de Planejamento, e a Secretaria de Gestão de Convênios já deu início ao processo de recebimento das verbas que viabilizarão as obras. Devido ao período eleitoral, os trâmites documentais deverão ser concluídos em novembro deste ano para, em seguida, ser aberta a licitação que definirá a construtora responsável pelos trabalhos.


CUSTOS

O investimento na revitalização será de R$ 912.650,24, montante proveniente de dois convênios: um no valor de R$ 500 mil, com contrapartida prevista de R$ 18.611,24, destinado por meio de emenda do deputado estadual Roque Barbiere; e outro de R$ 350 mil, com contrapartida prevista de R$ 44.039,00, oriunda do prêmio que o programa municipal Comitê de Retomada Econômica recebeu da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional como o melhor programa de geração de emprego e renda.


“O repasse dos R$500 mil já aconteceu, mas aguardamos agora o término do período eleitoral para a assinatura do convênio que vai permitir a aplicação dos R$350 mil do prêmio. Está tudo caminhando de acordo com os trâmites e prazos legais”, explicou o secretário de Gestão de Convênios, Vinicius Zerbetto.

Powered by Froala Editor